Pucón

Diário de Viagem: Pucón, Chile

por

Oi! Minha querida leitora Fernanda escreveu um comentário me lembrando que faltava um post sobre a viagem ao Chile. E claro que não poderia deixar de escrever sobre Pucón, que fica ao sul do país, paraíso para quem curte paisagens maravilhosas e viagem de aventura.

Confesso que não sabia muito o que esperar em Pucón. Colocamos no roteiro porque tinha lido que era uma região de lagos, de paisagens muito bonitas. Só não tinha ideia de que seria tanto. Me surpreendeu, mesmo.

Pra falar a verdade nem sabíamos que iríamos encontrar por lá vários vulcões. Isso mesmo. Vul-cões! E é essa a principal atração de Pucón, em especial o vulcão Vilarrica.

IMG_4533

O Villarrica é um vulcão ativo. A gente enxerga a fumaça saindo da sua boca, é uma coisa incrível. Mas os moradores são bem tranquilos quanto a isso. Há muito tempo não ocorre uma erupção significativa. Nossa guia, Belém de 24 anos, nos contou que nunca viu nenhuma. Mas o vulcão já teve erupções históricas, a pior em 1971, quando cuspiu 30 milhões de metros cúbicos de lava que devastaram pontes, campos e florestas depois de abrir uma fissura de 4 quilômetros de largura. Em volta da cidade a gente encontra o que parece ser leitos de rios secos, mas na verdade são as marcas da lava!

IMG_4498

Minha companheira de viagem, mana linda!

Nós ficamos apenas 2 noites em Pucón – ficamos num b&b super charmoso, o Maison Nomade – muito pouco pra fazer tudo. Os meninos escalaram o vulcão, enquanto nós fomos descansar num spa de águas termais. Fiquei com medo de não conseguir caminhar por 5 horas em condições complicadas. Tipo, o pico do vulcão é coberto de neve o ano inteiro. Nós fomos no verão e o vulcão estava lá cobertinho de neve, uma loucura. Por isso, para a escalada era preciso ir com roupas apropriadas para neve: botas, mochila pesada com equipamentos e mantimentos, enfim, não tive coragem de me aventurar. Quem sabe numa próxima vez? hehe

IMG_4474

Quarto do nosso b&b em Pucón: Maison Nomade

Outro esporte de aventura que é muito difundido em Pucón é o rafting. São muuitos rios com corredeiras bem radicais, viu? A gente encontrou uma turma fazendo rafting que tinha que pular umas pedras para continuar o caminho do rio. É punk o negócio!

IMG_4612

Olhem o pessoal pulando as rochas pra seguir o caminho… OMG!

No inverno a cidade recebe muita gente para esquiar, já que neva nas montanhas. Nossa guia nos contou que tem vezes que neva nas montanhas e não na cidade! Uma coisa legal é contratar um guia para fazer um city tour pela região. Assim a gente conhece mais a fundo o lugar e não perde tempo.

IMG_4584 IMG_4598 IMG_4585 IMG_4522 IMG_4547 IMG_4549

Agora falando da cidade em si. Pucón é muuito simpática. Me lembrou Gramado, na serra gaúcha. A maioria das casas são feitas de madeira, tem uma avenida principal – O’Higgins – bem charmosa, com lojinhas, restaurantes e agências de turismo. É bem gostoso passear por lá. Almoçamos no Trawen, um restaurante natureba delicioso, os sucos eram divinos! Outro lugar gostoso que fomos foi o Cassis, famoso pelos seus crepes doces.

IMG_4481 IMG_4477 IMG_4483 IMG_4486 IMG_4488 IMG_4503IMG_4623 IMG_4625

Adorei conhecer Pucón, acho que foi a grande surpresa da viagem. E pra quem curte aventura é um prato cheio!

As fotos ficaram lindas, né? Não me canso de olhar… Beijinhos!