livros

A mágica da arrumação, de Marie Kondo

por

Se você está predisposto a fazer uma bela limpa na sua casa esse livro é pra você. Marie Kondo é japonesa, e desde criança amava organizar os espaços por onde vivia. Na escola, enquanto os amiguinhos gostavam de brincar no pátio, ela preferia ficar na sala, organizando as prateleiras de livros. Mas ela jura que mesmo quem nunca gostou de fazer isso pode ter uma vida em ordem graças às suas técnicas.

Como a ideia é não acumular, comprei um e-book :)

Desde que comecei a me interessar pelo minimalismo, parei de comprar livros impressos. Já tenho muitos em casa! A opção foi comprar o e-book (comprei na iTunes Store, por $4,99). Sempre tive receio de ler no iPad ou no celular, mas gostei da experiência, viu? Achei bacana porque dá pra optar pela tela mais escura para ler à noite – que é o horário que geralmente leio – e assim não cansa os olhos 😉

Mas porque o livro é tão inspirador e faz tanto sucesso?

O principal objetivo do método que Marie Kondo desenvolveu é arrumar direito somente uma vez na vida. Para ela, essa é a chave para manter a casa organizada para sempre. Ela explica: “No momento que você começa a se desfazer de coisas e a mudar os móveis de lugar, o ambiente muda. É bem simples. Se realmente fizer um esforço para colocar a casa em ordem, terá feito uma arrumação completa.”. Segundo ela, quando você enxergar a sua casa organizada não vai querer mais viver de outra forma, evitando assim o efeito-rebote (que acontece quando a organização vira uma bagunça novamente).

Para ela, organizar é uma tarefa muito simples. O trabalho envolve basicamente duas ações: decidir se vai ou não jogar fora, e depois definir onde guardar tudo. Aliás, isso é um dos principais ensinamentos que o livro me trouxe. Saber que tudo tem que ter um lugar. Sabendo isso fica muito mais fácil manter as coisas organizadas.

No livro ela ensina sua técnica para decidir se um objeto fica ou sai. Basicamente você tem que pegar todos os objetos nas mãos e se perguntar se aquilo lhe traz alegria. Se a resposta for sim, ele fica. Se você não tem certeza é porque ele pode ser descartado.

O livro é bem gostoso de ler, e a todo momento a vontade é largar tudo e começar a arrumação da casa já. Ela ensina técnicas, mas mais do que isso, nos inspira a querer uma vida sem acúmulo. Aconselho a leitura para quem quer começar o destralhe da casa. Mas já adianto, reserve no mínimo um final da semana pra isso, já que o método Marie Kondo não aconselha a ideia de fazer aos poucos. O negócio é mergulhar de cabeça!

Estou usando várias técnicas na minha casa, mas confesso que o negócio de fazer tudo de uma vez só ainda não tive coragem 😉 E você, já leu o livro? O que achou?

Eu li: Garota Exemplar, de Gillian Flynn

por

Oi! Primeiro, deixa eu explicar. Resolvi mudar o nome da nossa tag de livros, de leituras do mês, para “Eu li”. Assim, logo que eu terminar de ler um livro, venho aqui com as ideias bem fresquinhas, pra contar a minha opinião pra vocês, tá legal?

E gente, acabei de terminar Garota Exemplar, o comentado suspense da jornalista Glillian Flyn, que inclusive virou filme e eu tô doida pra ver! Minha opinião sobre ele? Que livro! Sério, no início foi meio massante – confesso – mas logo que me envolvi queria ler mais e mais.

garota exemplar - livro 2

A história gira em torno do estranho desaparecimento de Amy Elliot Dune, esposa de Nick Dune. Amy desaparece de sua casa – com sinais de luta – no dia do quinto aniversário de casamento do casal. Nick logo chama a polícia, achando se tratar de um sequestro, mas logo as pistas começam a apontar pra ele.

garota exemplar - livro 3 garota exemplar - livro 1

Muito do tom de suspense da narrativa se deve pela forma que a história é contata: intercalada por Nick, em primeira pessoa, e anotações de diário de Amy – onde ela relata momentos tensos de um casal em crise. Repleta de bons diálogos, Garota Exemplar é aquele livro que te dá um nó nos neurônios, sabe? Em um momento você dá toda razão a Nick, e logo depois começa a sentir pena de Amy. O desenrolar é super ardiloso e surpreendente. Vale muito a pena ler!

Leitura do mês: Fevereiro 2015

por

Oi, gente! Mais uma dica de leitura pra vocês! Um livro encantador me acompanhou durante o mês de fevereiro: “A garota que você deixou pra trás”, de Jojo Moyes. A autora é conhecida principalmente pelo livro “Como eu era antes de você”, que aliás, estou com muita vontade de ler também (:

a garota que você deixou pra trás - livro - dica de leitura 2

A trama gira em torno de Sophie, uma francesa que vive com seus irmãos e sobrinhos em uma pequena cidade da França ocupada pelos alemães na Primeira Guerra Mundial. Sophie passa a maior parte do seu tempo cuidando do hotel que herdou de seus pais, e na espera de Édouard, seu marido, que foi lutar no front. Édouard era um artista, e na época que moraram em Paris pintou um retrato de Sophie, entitulado “A garota que você deixou pra trás”. Esse quadro permanece no hotel e faz com que Sophie lembre dos dias de paz, ao lado do marido.

a garota que você deixou pra trás - livro - dica de leitura 1 a garota que você deixou pra trás - livro - dica de leitura 3

Quando ela é obrigada a colaborar com os oficiais alemães, sua casa vira foco de terríveis conflitos e ela acaba por tomar uma difícil decisão. A história de Sophie – contada em primeira pessoa – é intercalada com a de Liv, nos anos 2000, e se passa em Londres. Essa forma não linear de contar as histórias é muito interessante e quando você já está familiarizada com o nome dos personagens a trama fica muito intrigante. A vontade é de devorar o livro todo!

a garota que você deixou pra trás - livro - dica de leitura 4

O fio que liga as duas histórias é exatamente o quadro “A garota que você deixou pra trás”, já que ele ocupa uma parede da casa de Liv. E é quando ela descobre o verdadeiro valor daquele quadro que começa um jogo de interesses e revelações que muda sua vida para sempre.

Já leram algum livro da Jojo? O que acharam?

Leitura do mês: Janeiro 2015

por

Aêê! Tô tão feliz que finalmente consegui voltar com a minha rotina de leituras, gente! Desde Vancouver não estava conseguindo emplacar nenhum livro. Começava um e parava. Começava outro e parava. Tão frustrante isso! Bom, mas o que importa agora é que esse ano quero voltar a ler mais e também compartilhar com vocês meus achados literários!

Comecei a ler novamente depois da metade de janeiro, quando voltei da viagem à Flórida, e foi bem difícil fluir a leitura. Parece que a gente perde a prática, né? Escolhi ler um livro tranquilo, sem dramas e histórias densas, tudo pra ser mais fácil retomar. O escolhido foi o primeiro romance de Isabela Freitas, o “Não se apega, não”.

não se apega não - livro - isabela freitas 1

A história começa com a narradora, Isabela, contando sobre o fim do seu namoro de dois anos com Gustavo. Gustavo é aquele tipo de garoto difícil de conquistar e super popular na cidade. O que para os outros parecia ser um namoro perfeito, pra Isabela, aquilo tinha que terminar.

Ela consegue ficar bem com a sua decisão e aceita – não muito bem – as consequências, já que Isabela tem a péssima mania de chorar em público! A garota tem novos romances, novas decepções e assim vai aprendendo a viver sua vida de solteira. Tudo isso com ajuda de seus dois melhores amigos, Amanda e Pedro.

não se apega não - livro - isabela freitas 3

não se apega não - livro - isabela freitas 2

O livro é bonitinho e tem algumas sacadas boas. Mas, confesso, em alguns momentos fiquei com vontade de chacoalhar a protagonista! haha Sabe adolescente que só se vê como vítima e reclama de tudo? Pois é… Tive que ter paciência em algumas páginas.

Mas apesar de ficar meio confusa em alguns momentos, foi um livro divertido de ler. Bem leve, fácil e com dicas boas de relacionamento.

Vocês já leram? O que estão lendo no momento? Conta pra mim (;

Pra ver mais livros que li: Clica neste link aqui.

Leitura do mês: Maio 2014

por

O livro que me acompanhou por todo mês de maio foi o romance bonitinho Quem sabe um dia, estreia de Lauren Graham, mais conhecida como a Lorelai do nosso queridinho Gilmore Girls. Gente, eu amava o seriado, lembro de passar taaardes assistindo bem bela deitada no sofá quando passava na Warner…

IMG_6273

A história gira em torno de Frances Banks, uma jovem aspirante a atriz que está tentando ser bem sucedida em Nova Iorque. E tudo começa quando o prazo de três anos que ela mesma se dá para ter algum tipo de sucesso está quase se esgotando. A narrativa é cativante e dinâmica. Eu fiquei me perguntando se a autora teria se inspirado no início da sua carreira como atriz…

IMG_6265 IMG_6270

Frances é uma garota idealista e cheia de sonhos, mas tem um plano B. Caso o prazo termine – o que está quase acontecendo – ela pretende voltar para sua cidade, virar professora e casar com seu primeiro namorado. Plano que, em dias com nenhum trabalho em vista e com o dinheiro faltando, não parecia tão ruim assim.

IMG_6267

No decorrer do livro a gente vai se frustando junto com Franny, já que conseguir um agente e mais do que isso, conseguir um trabalho importante parece cada vez mais distante e difícil. Em muitos momentos a gente se emociona com suas pequenas vitórias e também com sua percepção de que sim, está fazendo a coisa certa.

Um livro gostoso de ler e que deixa uma mensagem bonita e incentivadora. Sempre vale a pena quando estamos em busca dos nossos sonhos.

Quem sabe um dia

Lauren Graham – Editora Record

Alguém já leu esse livro, gente? Estão gostando as dicas? 

Beijos,

Nati