Inglaterra

Diário de Viagem: Região de Kent, Inglaterra

por

Chegamos ao último post sobre a minha viagem pela Inglaterra… Confesso que fico um pouco nostálgica relembrando os programas que fizemos, os lugares que conhecemos, as paisagens lindas… E a região de Kent foi a nossa última parada antes de Londres, que já falei neste post aqui. Antes, teve Bath, Stonehenge e Salisbury, Cotswolds, Oxford, York e Cambridge. Ufa! Bastante coisa, hein?

Dormimos apenas uma noite na cidade de Canterbury, no antiguíssimo hotel The Falstaff. Imaginem que ele tem mais de 600 anos! Isso mesmo, ele já existia quando Cabral descobriu o Brasil, rs! Fico boba quando conheço essas histórias. Ele já foi uma estalagem e um pub. E apesar de tão antigo (tenho um certo preconceito em dormir em lugares assim) o nosso quarto era limpinho e parecida ter sido reformado recentemente. O bom é que o hotel fica a poucos metros da Westgate Towers, que era o portão de acesso à cidade na era medieval. Super bem localizado. A cidade é bem pequena, mas tem várias opções de restaurantes, cafés e lojinhas.

IMG_0957

Mas antes de chegar em Carterbury, fomos conhecer o Castelo de Leeds, que fica próximo dali. Tinha pesquisado sobre esse castelo e era uma das atrações mais esperadas (por mim) da viagem. Conhecer um castelo de verdade, super bem preservado, onde viveram reis e rainhas, com um jardim belíssimo? Jamais perderia!

IMG_0912

Para o nosso azar, o dia não colaborou muito. O céu estava super nublado e até choveu. Mas nada tirou o meu encanto pelo lugar. O passeio é muito legal. Você chega, compra os ingressos e caminha pelo jardim até o castelo. Se quiser, pode pegar um trenzinho, mas o caminho é tão lindo que vale a pena. O jardim é repleto de aves de todos os tipos. Patos, gansos, cisnes, pavões.

IMG_0896 IMG_0910 IMG_0907 IMG_0918 IMG_0894

O legal é ir lendo sobre a história do lugar enquanto caminha. Ele foi construído em 1119, mas sofreu muitas alterações durante o século XX. Em 1321 tornou-se palácio real para Eduardo I e sua esposa Leonor de Castela. Henrique VIII (o rei que casou 6 vezes!) transformou o castelo para sua primeira esposa, Catarina de Aragão. Mas a cara do castelo como é hoje foi dada pela última proprietária, Lady Baillie, que o redecorou em estilo francês. Desde 1976 o castelo é aberto ao público e conforme determinação de Lady Baillie, ele continua sendo palco de festas e recepções.

IMG_0927 IMG_0942 IMG_0915 IMG_0926

O interior do castelo é muito interessante. É possível ver os quartos, banheiros, salas, muito bacana mesmo. Fora do castelo, perto da área de alimentação acontecem apresentações de falcoaria. Além de ter um labirinto (!), daqueles suuuper difíceis de encontrar a saída. Pra terem uma ideia, ficamos quase 1 hora lá e nada. Tava ficando louca, já! Aí, um funcionário do castelo nos ajudou e conseguimos encontrar a saída. Que sufoco, gente!

IMG_0934 IMG_0936 IMG_0922

Enfim, no centro do labirinto! Olhem só o tamanho! 

De lá, partimos pra Canterbury. A cidade é motivo de peregrinação por causa da sua Catedral cheia de história. Essa sim é antiga, gente. Tem mais de 1400 anos!  A história da catedral remonta à Agostinho de Canterbury, um missionário enviado pelo papa Gregório I para converter os anglo-saxões ao cristianismo. Foi ele quem fundou a Catedral de Canterbury em 597 D.C.

Outro programa que queríamos fazer era conhecer as falésias brancas de Dover. Mas, infelizmente, chegamos com chuva e muito tarde. Dover fica à beira do Canal da Mancha, é o ponto mais próximo entre o Reino Unido e o restante da Europa. É dali que sai o Eurotúnel. Como já estávamos ali mesmo, descemos do carro (num friooo!) e tiramos algumas fotos. Olhem só.

IMG_0972 DCIM100GOPRO IMG_0968Viram como meu tênis combinou com as pedrinhas de Dover? rs!

Bom, acho que já falei bastante. E acredito que fiz vocês ficarem com vontade de conhecer esses lugares, né? rs! Eu fico doidinha pra voltar! Se tiverem dúvidas, perguntem nos comentários. Vou adorar responder!

Gostaram do post?

Beijinhos,

Nati

Diário de Viagem: Cambridge, Inglaterra

por

Oi, gente! Os posts sobre a minha viagem à Inglaterra estão chegando ao fim :( Depois desse sobre Cambridge terá só mais um, sobre a região de Kent. Adoro escrever esses textos aqui, primeiro porque adoro compartilhar minhas experiências com vocês e outra, é uma forma de eu relembrar tantos lugares bonitos! Isso me faz tão bem…

IMG_0824

Bom, ficamos só uma noite em Cambridge, o suficiente pra fazer os passeios mais famosos. Ficamos numa pousada que fica há alguns quilômetros do centro da cidade (a Rectory Farm House), o que dificultou um pouquinho. Aconselho sempre ficar mais próximo do centro, assim dá pra deixar o carro “em casa” e ir desbravar a cidade a pé.

Pegamos um mapinha na central de informações e fomos conhecer as faculdades de Cambridge. Lá é como Oxford, a universidade é formada por diversas escolas. Caminhando a gente encontra os estudantes entrando e saindo das aulas, o clima por lá é muito bacana. Depois fomos andar de punt, uma embarcação que você aluga pra passear ao longo do rio Cam. Nós escolhemos a opção com o “barqueiro” (que, na verdade, são estudantes da universidade) mas você pode escolher navegar sozinho. Dali se vê a cidade de um outro ângulo, muito bonito diga-se de passagem. Os gramados na frente das escolas são lindos demais. Olhem só.

IMG_0764 IMG_0799 IMG_0814 IMG_0815 IMG_0825 IMG_0828 IMG_0829 IMG_0834 IMG_0836 IMG_0843 IMG_0777 IMG_0773 DCIM100GOPRO IMG_0766

Saímos famintos do passeio com o punt, então resolvemos conhecer o tradicionalíssimo The Eagle. Este pub data do século 16 e foi frequentado por ilustres ex alunos da universidade, como Francis Crick e James Watson, que descobriram a estrutura do DNA. Aliás, dizem que foi lá que eles tomaram umas pints pra comemorar a descoberta!

IMG_0795

No dia seguinte já partimos para Canterbury, na região de Kent, mas antes fomos tomar café da manhã no Jardim Botânico de Cambridge. O lugar é muito lindo. O Jardim foi criado para a Universidade de Cambridge em 1831 pelo professor John Stevens Henslow, que foi um dos professores do naturalista Charles Darwin. Incrível!

IMG_0866 IMG_0871 IMG_0869

Cambridge é linda, não é? Gostaram do post?

Beijinhos,

Nati

Diário de Viagem: York

por

Oi, gente! Como estão? Não sei se foi o friozão que anda fazendo, mas o fato é que andei resfriada a semana toda, e hoje parece que piorei! Ficar doente me deixa bem desanimada, a vontade de fazer qualquer coisa desaparece, sabe? De qualquer forma me programei hoje para escrever como foram nossos dias em York, na Inglaterra, então aqui estou!

IMG_0588

IMG_0644

Dormimos duas noites em York, o que foi bom pra conhecer, mas não para se aprofundar muito, sabe? Aconselho ficar pelo menos mais uma noite para aproveitar bem. A cidade é encantadora e com bastante gente jovem, o que deixa o lugar com um clima muito gostoso. York é toda murada e tem arquitetura em estilo Tudor, que remete ao fim da era medieval. Este estilo também é visto nas cidades de Oxford e Cambridge. York é suuuuper antiga. Tem 2 mil anos de história, já foi capital do império romano, dos vikings e da Inglaterra.

IMG_0657 IMG_0662 IMG_0663

Um dos passeios imperdíveis de se fazer por lá é caminhar ao longo dos muros da cidade. Você sobe em um dos acessos e caminha numa espécie de calçadinha que percorre todo o muro. É uma delícia ir conhecendo a cidade lá de cima. Quando chegar perto da York Minster, a principal catedral da cidade, se prepare para querer tirar muuuitas fotos. A vista é realmente linda e a catedral deslumbrante.

IMG_0730 IMG_0594 IMG_0580

Outro passeio é entrar na catedral, mas nós decidimos não entrar e admirá-la só por fora. Ela é enooorme, incrível olhar pra cima e ver tantos detalhes… Dali, é bacana se perder pelas ruelinhas até encontrar um conjunto de ruas chamado The Shambles, um dos locais mais famosos e procurados da cidade. É muito legal caminhar por ali. As ruas são estreitinhas, as casas em estilo Tudor, com vigas de madeira aparente, sabem? Parece que você está caminhando num cenário de filme.

IMG_0597 IMG_0602

IMG_0711 IMG_0627

Lá, procure um pub chamado Trembling Madness. Muito bizarro, com cabeças de animais empalhados na parede, mas boa cerveja. Embaixo tem uma lojinha onde é possível comprar vários rótulos de cerveja de diversos países (inclusive do Brasil!) e copos, muitos copos. O Lucas queria ficar horas ali. Neste dia, nós jantamos no Jamie’s Italian. O restaurante, como sempre, é muito charmoso. Mas a comida deixou um pouco a desejar… Fazia poucos meses que eles tinham aberto, talvez por isso estavam meio perdidos 😉

IMG_0636 IMG_0608 IMG_0617 IMG_0621

Outro programa para se fazer em York é visitar o York Castle Museum. Muito bacana até pra quem não curte muito um museu. A ideia lá é contar a história da Inglaterra através da vida cotidiana de seus habitantes. É conhecido por ter uma reconstrução de uma típica rua da era vitoriana, com lojinhas, docerias, açougues, tudo em tamanho real. Em outra ala você pode explorar a cultura e a moda da década de 60. Por fim, você conhece a prisão do castelo, que abrigou diversos prisioneiros durante muitos anos.  Vale muito a visita.

IMG_0671 IMG_0698

Fomos também no Museu de York, que fica dentro do Jardim Botânico da cidade. O que mais gostei lá foi assistir o vídeo sobre a história de York, desde quando eram dominados pelos romanos, depois pelos vikings… Entender a história do lugar que estou visitando é muito envolvente pra mim. Mas o ponto alto do Jardim Botânico são as ruínas da abadia de Santa Maria, que fica num gramado lindo.

Agora, querem uma dica quente de onde se hospedar? Reserve sem medo o The Lawrence. Tudo muito querido, limpinho, novinho, charmoso. Indico muito! A vontade era ficar lá, aproveitando cada cantinho. E o preço não era nada além da média, sabe? Excelente custo benefício. Olhem só.

IMG_0567 IMG_0566 IMG_0562 IMG_0559 IMG_0555

Gracinha, não?

É isso, gente! Adorei contar como foram nossos dias em York. Espero que vocês tenham gostado!

Beijinhos,

Nati

Diário de Viagem: Oxford, Inglaterra

por

Queria muito visitar Oxford nessa viagem à Inglaterra. Adoro o clima de cidades universitárias, e estar em uma das mais antigas do mundo (Oxford é a mais antiga universidade de língua inglesa), com aqueles prédios incríveis, onde tantas histórias e ideias geniais surgiram, é indescritível. Passamos apenas algumas horas na cidade, mas foi o suficiente pra gente se encantar. IMG_0236 IMG_0237 IMG_0241

Uma coisa comum que acontece com os turistas que chegam em Oxford (e que aconteceu com a gente) é procurar pelo campus da universidade. Na verdade, a universidade é formada por cerca de 40 colégios espalhados pela cidade. Por isso, um bom passeio é pegar um mapa e ir conhecendo os mais famosos, como o Magdalen College, New College, St. Johns e Christchurch. Este último serviu de cenário para filmagens de Harry Potter. Falando nisso, é impossível não lembrar da saga dos bruxinhos de Hogwarts caminhando por lá. Os estudantes usando uniformes fofos, a quantidade enorme de bicicletas nas ruas, os trotes nos calouros (vimos vários, com ovo, champagne…). Enfim, apesar da cidade ser super antiga, por lá o clima é de uma cidade jovem, sabem? Olhem só alguns cliques.

IMG_0247 IMG_0252 IMG_0256 IMG_0270 IMG_0282 IMG_0272 IMG_0277 IMG_0291 IMG_0286

É isso, gente… Pra quem for viajar pela Inglaterra, minha dica é: coloque Oxford no roteiro! Garanto que não vão se arrepender. Pra quem está em Londres e quer conhecer alguma cidade próxima também é uma ótima opção, já que é pertinho e uma cidade relativamente pequena. Dá pra aproveitar muito em apenas um dia.

E aí, gostaram de conhecer um pouquinho de Oxford por aqui? E quem já conhece, o que acham da cidade? 

Beijinhos e até o próximo post, que será sobre York!

Diário de Viagem: Cotswolds, Inglaterra

por

Viajar pelo interior é uma ótima maneira de conhecer de verdade a essência de uma região… de um país. Quando pensamos em ir pra Inglaterra, logo surgiu a vontade de fazer uma viagem de carro pelo countryside inglês. E foi ótimo! Já contei aqui como foi nossa estada em Bath. De lá, seguimos para a região de Cotswolds, a oeste de Londres. Essa região talvez seja a mais bucólica da Inglaterra. É um vilarejo mais charmoso que o outro. De se encantar!

IMG_0073 IMG_0114

Depois de muita pesquisa decidimos nos hospedar em Broadway, uma das cidadezinhas mais movimentadas e visitadas de Cotswolds. É sempre bom ficar num lugar onde tenha mais opções de restaurantes e pubs, né? E nossa escolha foi super acertada. Broadway é uma cidade muito linda. Com lojinhas e restaurantes na High Street, a rua principal. É uma delícia caminhar por lá. Ficamos no Windrush Bed & Breakfast. Bem localizado, a poucos minutos do burburinho, e muito aconchegante.

IMG_0159 IMG_0161

O “centrinho” de Broadway

Quem vai a Costwolds deve se preparar para encher os olhos de paisagens maravilhosas. Na estrada nos deparamos com colinas verdes cheinhas de ovelhas pastando, fardos de feno e inúmeros lugarejos simpáticos com casinhas de pedra… a impressão é de que lá o tempo passa mais devagar, sabe?

IMG_0157 IMG_0112

O programa para se fazer na região é conhecer esses vilarejos, que ficam bem próximos uns dos outros. De Bath para Broadway fomos parando pra conhecer as cidadezinhas pelo caminho. Castle Combe foi uma das melhores surpresas. O lugar é muito charmoso e pitoresco. Pra conhecer, você estaciona o carro e desce em uma estradinha até chegar ao vilarejo. Lá, tudo é muito antigo. A igreja remete a era medieval, assim como o Market Cross, que fica onde as três principais ruas da vila convergem. Quando entramos na igreja descobrimos que o filme Cavalo de Guerra, de Steven Spilperg, foi filmado lá. So nice!

IMG_0006 IMG_0002 IMG_0026 IMG_0021 IMG_0035 IMG_0014 IMG_0032 IMG_0034

Outro vilarejo muito charmoso é Bibury, que fica as margens de um rio. Bibury foi escolhida pelo designer vitoriano William Moris como o vilarejo mais pitoresco da Inglaterra. Então, imaginem! Nós fomos conhecer a igreja e descemos na fazenda de trutas, onde é possível pescar sua própria refeição. Nós preferimos só tomar um sorvetinho mesmo.

IMG_0134 IMG_0139 IMG_0137 IMG_0151

No outro dia fomos passear por várias cidadezinhas. Passamos por Chipping Campden, Stow-on-the-wold e Buford. Todas com as mesmas características, casinhas de pedras e ruas muito charmosas. Nelas, vale parar o carro, dar uma volta, quem sabe tomar um café ou um pint de cerveja (nosso caso!) e seguir em frente. Ah, e claro, tirar muitas fotos! Todas essas cidades são muito fotogênicas, olha só.

IMG_0211 IMG_0213 Chiping Campden

IMG_0214 IMG_0220 IMG_0222 Stow-on-the-wold

IMG_0230

Buford

Um vilarejo em especial ganhou meu coração de tão lindo: Bourton-on-the-water. Dizem que é a “Pequena Veneza de Cotswolds” pelos seus pequeninos canais e pontes interligando as ruas. Vale muito a pena passar um tempinho por ali.

IMG_0324 IMG_0329 IMG_0336

No caminho para Broadway ainda passamos nas pequeninas Lower e Upper Slaughter, mas como já estava começando a escurecer decidimos não descer no carro. Só admiramos pela janela.

IMG_0342 IMG_0352

No terceiro dia fomos conhecer o ponto mais alto de Cotswolds, a Broadway Tower. Que passeio legal, gente. O lugar é incrível, e demos sorte, o tempo estava perfeito. Vale muito a pena subir na torre e admirar a vista lá de cima. Além disso, a estrutura é muito boa, tem um lugar bem lindinho pra tomar um chocolate quente e comer um lanche gostoso. Sem falar nos souvenirs que eram uma graça.

IMG_0394 IMG_0384 IMG_0398 IMG_0409 IMG_0400

Almoçamos no Prego, uma pizzaria delícia em Broadway, e partimos para a terra de Shakespeare, Stratford-upon-Avon! A cidade é maiorzinha e já não faz parte da região de Cotswolds, fica mais ao norte. Lá, pode-se visitar a casa que Shakespeare morou e que Anne Hathaway, sua esposa, viveu quando criança. Como chegamos muito tarde, só conseguimos pegar aberta a cottage de Anne. Bem interessante. Mas o mais legal de lá é a beira do rio Avon. As pessoas ficam sentadas, conversando, comendo, num clima muito gostoso. Lá, jantamos no El Greco, um grego (!) muito bom. E lembrem-se, sempre façam reservas nos restaurantes, no dia que fomos quase ficamos sem comer! rs!

IMG_0467 IMG_0473 IMG_0468 Anne’s Cottage

IMG_0484 IMG_0479Shakespeare HouseIMG_0496 IMG_0506

 Bom, gente… Acho que é isso! Se tiverem alguma dúvida, perguntem nos comentários, tá? Vou adorar responder!

O próximo post será sobre York, que eu amei conhecer!

Beijinhos,

Nati