hotel

Dicas de Londres por Gabi

por

Oi, gente! Olha só que legal, em junho vou viajar novamente! E desta vez, o destino é uma das cidades que sempre tive vontade de conhecer: Londres! Massa, né? Bom, a ideia é passar uma semana em Londres e outros 10 dias visitando o interior da Inglaterra e talvez, Escócia. Tô super empolgada!

Já reservamos um apartamento pra ficar em Londres (achamos que valia mais a pena), pois gostamos da ideia de tomar café da manhã em casa, fazer comprinhas no mercado, essas coisas gostosas!

Assim que marcamos a viagem, mandei um e-mail pedindo dicas pra Gabi, amiga minha que fez intercâmbio por lá e se apaixonou pela cidade. Sabia que ela seria solícita, mas fiquei surpresa com a sua resposta! A Gabi mandou tantas dicas legais que achei válido dividir com vocês. Afinal, tem muita gente indo pra Londres e informação boa nunca é demais, não acham?

Vou reproduzir o e-mail dela, com alguns ajustes, ok? Ah, e pra ilustrar selecionei algumas fotos dela em Londres pra gente entrar no clima! Fala aí, Gabi.

402771_2197921807974_1937730319_n

VISTO E CHEGADA:
Como turista você não precisa de visto. Quando chegar, seu passaporte vai receber um carimbo indicando ser turista: você não paga taxas, mas não pode trabalhar. É válido por seis meses. É indicado levar comprovantes da hospedagem, da passagem de volta. Eu ainda levei um documento dizendo que trabalhava no Brasil, para deixar claro que iria voltar mesmo hehehe.  E não esqueça que é preciso ter seguro saúde. Sem isto você não entra no país.
409520_2331703272427_1604088828_n
AEROPORTO X METRÔ X ÔNIBUS
Indico ir pelo Heatrow, um dos maiores aeroportos da Europa. Antes mesmo de você chegar na imigração há quiosques na parede com mapas do metrô e pontos turísticos da cidade. Dentro do aeroporto há estação Heatrow (para metrô e trem). Comprar um Oyester é fundamental. Ele é passe único entre metrô e bus. E no bus vale lembrar que eles não curtem muito receber passagens em dinheiro, já que não há cobradores. Se for preciso receber troco (como aconteceu com um amigo) você vai receber junto uma cara feia. Bem, você compra o Oyester em qualquer estação por cerca de 5 pounds (foi o que eu paguei). Há caixas automáticos e atendentes. Sugiro atendentes. Peçam passe para uma semana para as zonas 1 e 2. Depois, se forem ficar mais é só reabastecer. Por questão de segurança, fomos orientados a não comprar os passes para o mês inteiro de uma vez. Quando se perde o Oyester, é necessário esperar 5 dias por um novo cartão com os seus créditos. Não sei se isto mudou, mas vale a dica.
381567_2191606570097_942024234_n
Bem, o metrô de Londres completou 150 anos e é simplesmente o mais fantástico do mundo. A cidade é dividida em zonas e as linhas em cores. Zonas 1 e 2 são as centrais e as que mais usamos. As zonas 3,4,5 são as zonas mais residenciais, dos nativos e também de cidades vizinhas. Estas já são bem mais longe do centro e vale lembrar que o metrô não é 24h. Logo, o deslocamento mesmo com ônibus fica um pouco mais complicado. Qualquer dúvida, acesse aqui.
406708_2197918007879_991358185_n
HOTEL X BAIRRO
Hostel
Quero defender o bairro em que fiquei, HydePark. Eu fiquei num local que é hostel e hotel. Eu fiquei no hostel. As experiências foram muito positivas (procure no google maps por Hyde Park Smart, na rua Inverness Terrace. Tem várias fotos do lugar e até do hostel). Por estas fotos você já consegue ver que o lugar é lindo! O hostel fica num lugar lindo, a uma quadra do Hyde Park e em um raio de dez quadras tu tem três estações de metrô: Queensway (que era a que mais usávamos), Bayswater e Leicester Gate…
..
Fica ao lado de Notting Hill (uns 15 minutos de caminhada, com uma vista ótima). O lugar, além de muito seguro, é cercado por outro grande parque, o Kensington Garden´s. É uma área super nobre de Londres, cheia de casas incríveis, hotéis fantásticos (estrelas do rock costumam se hospedar a uma quadra de onde ficamos) e prédios antigos fabulosos. Pra ajudar o bairro ainda é a capital culinária de Londres, ou seja, restaurantes maravilhosos de todos os lugares do mundo. Inclusive do Brasil. Na rua da estação de Queensway há um mercado só com serviços brasileiros: mercadinho, açougue, correios, restaurante. E fica ao lado de uma quadra de patinação que também só tem brasileiros trabalhando hehehe.
400500_2198166894101_1351125023_n
Quanto aos serviços de supermercados, as principais redes do UK  são Tesco e Sainsbury’s. Se forem comprar bebida alcóolica, não se surpreendam: eles pedem a documentação em qualquer idade. Esqueci de dizer: também tem um shopping bem legal, o Whiteleys.

..
Se eu for mil vezes para lá, mil vezes escolherei o HydePark. Simplesmente porque parece que você está vivendo um sonho, um filme. É lindo!
408142_2198226335587_343995608_n
401525_2197923328012_215202082_n
BARES E PASSEIOS
Os que eu virei fã:
..
RoadHouse, é um bar mara! Com caraokê de rock. Bandas ótimas. Em um dia em que fui o Jimmie Page (Led Zeppelin) tava tocando.
..
Oneills no Soho: muitas cervejas e sempre tem banda. O bar tem três andares, sempre bastante gente.
..
The Dove, em Hammersmith. O acesso é mais difícil. Tem que pegar uma district line na estação Bayswater. Mas é fantástico, vale MUITO a experiência. Todos os guias apontam este micro pub como um dos 50 melhores do mundo. E o livro dos recordes reconheceu como o menor bar do mundo (no verão eles abrem uma janela pra rua e atendem os clientes ali). É lindo e ao lado do Tâmisa!
..
Outros lugares que recomendo: Museu da Guerra (de lei!). Neste museu você se dá de cara com o maior acervo do Holocausto. É transtornador, transformador. Delirante.
..
Parlamento. Leva em torno de 1h30, bem interessante e é algo que pouca gente faz…
..
National Gallery (Da Vinci, Cezanne, Van Gogh, Renoir, Monet, Rafael, Michelangelo e muito mais, tudo no mesmo lugar), National Portrait (ficam uma ao lado da outra). Um lugar interessante sobre moda é o Victoria and Albert Museum (o lugar é gigantesco, e tem o acervo da família real desde todos tempos da humanidade. É do outro lado do HydePark, caminhada de 10 minutos). Por fim, tem os Museus de Moda e do Design. Só fui no Design, fica perto do Tâmisa na região de Westminister).
404955_2331706352504_458354726_n
536860_2601357213607_2078484316_n
Outro lugar interessante para passeio é o British Museum e a estação St. Pancras, que ficam pro mesmo lado e não é longe do HydePark. O museu fica aberto até às 18h e depois vocês podem aproveitar os restaurantes muito bacanas. Parece mesmo que você está nos anos 20.
..
Carnaby Street e Oxford Circus são os lugares para gastar sem medo e piedade. Convent Garden, tudo que há de mais louco no planeta esta ali. Convent é tão surreal que vale chegar de manhã e sair quando estiver amanhecendo novamente.
..
Não deixem de ir a um musical!
..
Faça muita festa, como eu fiz, mas não fique de ressaca pois um dia perdido em Londres, é um dia perdido de uma vida incrível!
..
Resumindo: Londres te dá todas as ferramentas para você se virar. O transporte para quem está no centro é ótimo, os bus mesmo de madrugada são seguros e organizados. As pessoas são maravilhosas!! E tem muuuuito brasileiro trabalhando em todos os lugares: rua, bares, museus, palácios… Você vai amar.
..
Gabi querida! Como eu disse no e-mail, eu te amooo! rs! Amei as dicas (tanto as práticas, tipo de sobrevivência, quanto o seu olhar da cidade) e tenho certeza que meus leitores vão aproveitar muito também. Você fez com que eu me apaixonasse pela cidade mesmo antes de conhecer! Muito obrigada por compartilhar sua experiência com a gente!
..
E aí, gente! Gostaram do post?
..
Beijinhos,
Nati

Dicas de Dubai: Crowne Plaza e Vista Lounge

por

Oi, gente! Vamos abrir os trabalhos dos posts com dicas de Dubai? Vou ter que confessar pra vocês que tô meio virada, acho que o fuso horário tá atrapalhando um pouquinho. Por isso, ontem não teve post! Sorry :-( Mas vamos lá!

O Emirado Árabe foi a nossa primeira parada da viagem que contou ainda com Cingapura e Tailândia (quem me segue no Instagram acompanhou tudinho!). Se preparem que essa trip vai render muito assunto aqui no blog! rsrs

Bem, como sei que muita gente tem dúvidas sobre a questão do voo, vou contar alguns detalhes. Voamos com a Emirates, num voo direto São Paulo-Dubai, e recomendo muito. Apesar de longa (14 horas), achamos a viagem tranquila. O espaço entre as poltronas era bom, eles disponibilizam uma necessaire com tapa olho, meinhas, escova e creme dental e cobertinha para todos os passageiros. Antes do avião decolar os comissários entregam panos quentinhos (isso é ótimo!) e o teto do avião possui luzinhas como se fosse um céu estrelado, bem relaxante. E olha que isso tudo na classe econômica, hein? Imagina a mordomia na executiva!

Ficamos 4 dias em Dubai, um na ida e três na volta. Então, preferimos ficar em dois hotéis diferentes e em regiões distintas. O primeiro que ficamos foi o Crowne Plaza, que fica numa região chamada Festival City. O hotel é muito bom, o quarto era enorme, o banheiro idem. Na verdade tinha até lavabo e sala. A vista da marina era linda e o café da manhã dos deuses. Recomendo muito. Fiz algumas fotos, olha só!

IMG_4359 IMG_4361 IMG_4362 IMG_4365 IMG_4364 IMG_4360

Na primeira noite chegamos e fomos direto jantar. Estávamos famintos e o único lugar próximo que tinha cozinha aberta àquela hora (a maioria dos restaurantes fecha à meia noite) era o Vista Lounge, no hotel Intercontinental, que fica no mesmo complexo do Crowne. ps. por causa da religião muçulmana, é proibido o consumo de bebidas alcoólicas em Dubai, mas por ser uma cidade turística, o consumo é permitido aos turistas. Porém, só há venda de bebidas nos bares e restaurantes dentro dos hotéis.

IMG_4301 IMG_4296 IMG_4307 IMG_4308 IMG_4316 IMG_4347 IMG_4352

O Vista Lounge é um bar/restaurante com jeitinho descolado, e tudo que pedimos estava muito bom. O combinado de sushi era delicioso, assim como a shawarma que pedi. Eles tem uma carta vasta de chás, cafés e drinks também. Pedi um Bellini que foi o melhor da viagem!

Uma dica: Nessa época do ano é inverno em Dubai, e por mais que durante o dia seja quente, à noite costuma fazer um friozinho, e em todos os lugares tem ar condicionado. Levem sempre um casaquinho pra não passar frio.

Vou postando as dicas da viagem aleatoriamente por aqui, pra não ficar monotemática, ok?

Beijinhos,

Nati