Viagens

Miami: dicas de passeios e restaurantes

por

Faz quase um mês que estive em Miami, mas não posso deixar de registrar por aqui os lugares que mais curti enquanto estávamos aproveitando a cidade. Afinal, dicas, tanto de passeios quanto de restaurantes, são sempre bem vindas, certo? Pra quem quer fazer como nós e curtir Miami off compras estão aí algumas sugestões. Até porque com o preço do dólar a ideia de comprinhas não parece mais tão apetitosa, né? :/

Wynwood Arts District: sempre indico pra quem vai à Miami. É sem dúvida o lugar mais descolado do momento. O bairro, que era industrial, se transformou num reduto de artistas e restaurantes gostosinhos. Vale a pena passar uma tarde por lá admirando as paredes grafitadas e galerias de arte. E pra quem curte cerveja, super indico uma visita à cervejaria do bairro. Ela fica meio escondidinha mas vale a pena experimentar alguns estilos por lá.

Processed with VSCOcam with a6 preset
Wynwood Arts District

Passeio de bike por South Beach: Que delícia de passeio! Gosto muito de alugar bike em viagens e em South Beach é muito fácil, já que tem aquelas bicicletas públicas, sabe? É só colocar o cartão e sair com a sua bike desbravando toda a orla do sul da ilha. Vá da Ocean Drive (não esquecendo de tirar muitas fotos da arquitetura Art Deco dos prédios dali) até o parque que fica no extremo sul.

As icônicas casinhas de salva vidas de South Beach
As icônicas casinhas salva-vidas de South Beach

La Feria del Mercado de San Miguel em Bayfront Park: Que surpresa boa! Eu simplesmente amo mercados e esse é daqueles charmosos e bem organizados. Pra quem curte comidinhas espanholas então? Prato cheio! Essa feira é uma reprodução – em escala bem menor, claro! – do centenário mercado de San Miguel de Madri. Fica aberto até 31 de janeiro de 2016, então quem for agora pra lá, não perca!

La Feria del Mercado de San Miguel
La Feria del Mercado de San Miguel

Coral Gables: apesar de não querer saber de compras adoramos conhecer o Village Of Merrick Park em Coral Gables. É uma boa dica de passeio já que tem diversos bares e restaurantes na área. O shopping é todo ao ar livre, o que torna a experiência muito mais agradável. Aconselho pegar o trolley que passa de 10 em 10 minutos (gratuito) e explorar as ruas arborizadas do bairro.

Perricone’s: foi a nossa segunda vez nesse restaurante italiano que fica em downtown Miami. E só posso dizer, vá! A comida é deliciosa e o lugar é uma graça. Aconselho ir no jantar quando eles acendem as velas e tem luzinhas na área externa. Aliás, tente ficar na área externa, a experiência é outra! Logo na entrada você se depara com um armazém bem simples, mas lá dentro é bem diferente. Pedi um linguini com frutos do mar que estava divino!

Joe’s Stone Crab: tradicionalíssimo! E como o nome sugere é especialista em caranguejo, daqueles enormes, sabe? Nunca tinha comido e gente, que coisa mais deliciosa! É uma experiência mesmo. O restaurante só abre na temporada do caranguejo, de outubro a maio, então se programe.

Quem tiver dicas bacanas de Miami, deixe nos comentários! Vamos dividir experiências (:

Nosso roteiro e preferidos na Universal Studios e Island of Adventures, em Orlando

por

Quem me acompanha no Instagram (@natigrazziotin) e no Snapchat (natigrazz) viu que estive na Flórida no fim de outubro. Aproveitamos o feriado na segunda (dia 2) e ficamos uma semana viajando.

No roteiro: 2 noites em Orlando, 2 noites em Miami e 2 noites em Key West. E como sei que muita gente vai pra lá, que tal um roteiro com os meus preferidos?

Começando por Orlando, que foi a primeira parte da viagem. Eu já tinha ido ao Magic Kingdom e ao Bush Gardens, e dessa vez queria conhecer os parques da Universal (tinha muita curiosidade de ver a parte do Harry Potter). E gente, foi muito legal. Eles realmente criaram um mundo muito bem feito e mesmo quem não é fã da série se emociona.

Processed with VSCOcam with a5 preset
o famoso globo que fica na entrada do parque e que todo mundo quer tirar foto!

Mas vamos começar do começo. Compramos os tickets para dois dias na versão park to park (que dá acesso aos dois parques num único dia)A gente gosta de fazer as coisas com calma, sem correria, e mesmo sabendo que essa época do ano é mais tranquila, preferimos passar um dia em cada parque – com a opção de poder ir de um parque a outro se a gente quisesse.

Continue lendo →

Diário de Viagem: Garmish + Zugspitze

por

O legal de viajar com calma é que a gente tem a oportunidade de conhecer várias facetas de um mesmo lugar. Se em Fussen a gente conheceu castelos, em Garmish-Partenkirchen encontramos uma Alemanha mais natural, com direito a passeio em um belíssimo gorge e uma subida incrível à montanha mais alta do país, Zugspitze. Pra quem, como nós, adora caminhadas ao ar livre e paisagens deslumbrantes, essa região é um prato cheio.

garmish - zugspitze 28

Garmish-Partenkirchen, na verdade, são duas cidades independentes, que se uniram para sediar os Jogos Olímpicos de inverno de 1936. Aliás, pra quem curte esqui e esportes de inverno em geral, a cidade é o lugar para estar. Mas se engana quem pensa que no verão não tem nada pra se ver – e fazer. Além do gorge (The Partnach Gorge) e das montanhas, Zugspitze e Alpspitze, existem inúmeras trilhas de hiking e um centrinho histórico muito charmoso, as pinturas nas casas são impressionantes!

Continue lendo →

Diário de Viagem: Füssen e seus castelos

por

Um dos pontos altos da viagem à Alemanha foi conhecer Füssen e seus castelos. A cidade fica no começo (ou no final, dependendo de onde você começa) da Estrada Romântica. Chegamos na cidade à tardinha, com um tempo um pouco instável, mas mesmo assim foi uma delícia passear pelo seu centrinho, que é um charme só, como a maioria das cidades do sul da Alemanha. Ficamos hospedados no Sonne Füssen, super bem localizado, decoração bonita e moderninha e um café da manhã caprichado! O único porém é o preço, que foi um dos mais caros da viagem.

Processed with VSCOcam with a6 preset

Processed with VSCOcam with a9 preset

Processed with VSCOcam with a6 preset

Processed with VSCOcam with a9 preset
Adoro o clima de cidades do interior. Com a luz da tardinha, então…

No dia seguinte fomos conhecer os castelos. Uma dica é chegar lá bem cedo, porque a fila para comprar os tickets é sempre grande. No “complexo” você pode conhecer 2 castelos: o mais famoso, Neushwanstein, e o mais antigo, Hohenchwangau, além de visitar o museu que conta a história dos reis da Baviera. Como tínhamos tempo, resolvemos ir em todos. É sempre bom conhecer bem a história do lugar onde se está visitando, assim tudo passa a fazer mais sentido, não é?

Processed with VSCOcam with a7 preset
Castelo Hohenchwangau

Continue lendo →

Diário de viagem: Baden Baden, Triberg e Freiburg

por

Continuando os posts da viagem a Alemanha, saímos de Heidelberg pela manhã e fomos em direção a Baden Baden. A cidade é conhecida pelas águas medicinais, usadas desde a época dos romanos e pelo estilo de vida luxuoso. Chegando lá pode-se imaginar porquê. Mansões super luxuosas, cassino, o centrinho repleto de lojas grifadas, e o que falar da maravilhosa Lichtentaler Alle, uma bela “avenida” – que na maioria do percurso é somente para pedestres – super arborizada por carvalhos, magnólias, castanheiras… Algo que nunca tinha visto! O caminho começa na Goetheplatz e segue até a Klosterplatz. Vale muito a pena tirar um tempinho para admirar a beleza do lugar.

Processed with VSCOcam with f1 preset
 a imponência do teatro
Processed with VSCOcam with f1 preset
centrinho de Baden

Processed with VSCOcam with a6 preset

Processed with VSCOcam with f1 preset

Processed with VSCOcam with a5 preset
a beleza do caminho Lichtentaler Alle

Continue lendo →