Dicas

Leitura do mês: Fevereiro 2015

por

Oi, gente! Mais uma dica de leitura pra vocês! Um livro encantador me acompanhou durante o mês de fevereiro: “A garota que você deixou pra trás”, de Jojo Moyes. A autora é conhecida principalmente pelo livro “Como eu era antes de você”, que aliás, estou com muita vontade de ler também (:

a garota que você deixou pra trás - livro - dica de leitura 2

A trama gira em torno de Sophie, uma francesa que vive com seus irmãos e sobrinhos em uma pequena cidade da França ocupada pelos alemães na Primeira Guerra Mundial. Sophie passa a maior parte do seu tempo cuidando do hotel que herdou de seus pais, e na espera de Édouard, seu marido, que foi lutar no front. Édouard era um artista, e na época que moraram em Paris pintou um retrato de Sophie, entitulado “A garota que você deixou pra trás”. Esse quadro permanece no hotel e faz com que Sophie lembre dos dias de paz, ao lado do marido.

a garota que você deixou pra trás - livro - dica de leitura 1 a garota que você deixou pra trás - livro - dica de leitura 3

Quando ela é obrigada a colaborar com os oficiais alemães, sua casa vira foco de terríveis conflitos e ela acaba por tomar uma difícil decisão. A história de Sophie – contada em primeira pessoa – é intercalada com a de Liv, nos anos 2000, e se passa em Londres. Essa forma não linear de contar as histórias é muito interessante e quando você já está familiarizada com o nome dos personagens a trama fica muito intrigante. A vontade é de devorar o livro todo!

a garota que você deixou pra trás - livro - dica de leitura 4

O fio que liga as duas histórias é exatamente o quadro “A garota que você deixou pra trás”, já que ele ocupa uma parede da casa de Liv. E é quando ela descobre o verdadeiro valor daquele quadro que começa um jogo de interesses e revelações que muda sua vida para sempre.

Já leram algum livro da Jojo? O que acharam?

6 truques pra se vestir no calor

por

Ai, o verão…. Ai, esse calor! Eu amo verão, mas confesso que não é uma tarefa fácil se manter digna e minimamente arrumada nesse clima. A simples ideia de colocar uma roupa todo dia de manhã se torna complicada. Vocês sabem, eu moro no Rio Grande do Sul, aqui a situação não é tão grave quanto em outros estados desse nosso Brasilzão, mas mesmo assim, tem dias que a vontade é sair pelada, gente!

Pensando nisso, resolvi fazer esse post com looks fresquinhos pra gente se inspirar. A ideia é se sentir bonita e confortável (:

Vamos aos truques?

1) Abuse das cores. Não precisa nem explicar. Verão pede cores, e quanto mais coloridas melhor. Abuse dos vestidos soltinhos, o melhor aliado nos dias de calorão!

oquevestirnocalor1

2) Use tecidos que respiram. Nada que aperte e que não deixe a pele transpirar é legal. Tradicionalmente peças em algodão e linho, que são naturais e permitem que a nossa pele transpire, eram as mais indicadas. Mas hoje, com a tecnologia inventando mil coisas, a gente já encontra tecidos cooling, que são tecidos sintéticos que proporcionam uma sensação de frescor. Pra saber mais, tem um post no Modices sobre isso.

oquevestirnocalor6

3) Faça mix de estampas. Pra incrementar o visual no calor ~ sem deixar de lado o conforto ~ uma boa saída é usar um mix de estampas. Amo listras com floral, fica interessante e super charmoso.

oquevestirnocalor7

4) Vá de flats. No calor o que mais gosto de usar são rasteiras e chinelinhos. Aproveite que as Birkens estão em alta e aposte no modelo, que fica um charme com saias e vestidos.

oquevestirnocalor3

5) Arrase no comprimento mídi. Pra quem tem que se vestir mais arrumadinha, o comprimento mídi dá uma graça a mais e você continua de perna de fora. Só não esqueça do detalhe do tecido, quanto mais leve e fluído melhor!

oqueusarnocalor5

6) Prenda o cabelo. Nada melhor que estar com o cabelo preso em dias de muito calor. Acho uma graça quem usa coques bem despretensiosos. Rabo de cavalo bem alto também tem o seu valor.

penteadosfresquinhos1

E aí, gostaram das dicas? O que mais vocês usam pra driblar o calor?

Fotos do post: Rio Etc.

Links da semana: organização, memória, viagens e fotografia

por

Impressão minha mas essa semana passou rápido demais? É, gente, quando a gente vê já é sexta-feira, dia de links da semana aqui no bloguito. Separei textos sobre fotografia de casamento, um texto pra quem quer melhorar a memória, lugares incríveis pra conhecer em 2015 e dicas de pra quem quer se organizar e ser mais produtivo na vida e no trabalho. Vem ler:

linksdasemana1

As melhores fotografias de casamento de 2014 – de chorar de lindo!

linksdasemana2

5 maneiras incomuns de melhorar a memória

linksdasemana3

52 lugares pra ir em 2015 segundo NY Times

linksdasemana4

8 dicas pra criar uma rotina de trabalho mais produtiva

linksdasemana5

5 lições de branding para pequenos negócios

Boa leitura e bom fim de semana!

Leitura do mês: Janeiro 2015

por

Aêê! Tô tão feliz que finalmente consegui voltar com a minha rotina de leituras, gente! Desde Vancouver não estava conseguindo emplacar nenhum livro. Começava um e parava. Começava outro e parava. Tão frustrante isso! Bom, mas o que importa agora é que esse ano quero voltar a ler mais e também compartilhar com vocês meus achados literários!

Comecei a ler novamente depois da metade de janeiro, quando voltei da viagem à Flórida, e foi bem difícil fluir a leitura. Parece que a gente perde a prática, né? Escolhi ler um livro tranquilo, sem dramas e histórias densas, tudo pra ser mais fácil retomar. O escolhido foi o primeiro romance de Isabela Freitas, o “Não se apega, não”.

não se apega não - livro - isabela freitas 1

A história começa com a narradora, Isabela, contando sobre o fim do seu namoro de dois anos com Gustavo. Gustavo é aquele tipo de garoto difícil de conquistar e super popular na cidade. O que para os outros parecia ser um namoro perfeito, pra Isabela, aquilo tinha que terminar.

Ela consegue ficar bem com a sua decisão e aceita – não muito bem – as consequências, já que Isabela tem a péssima mania de chorar em público! A garota tem novos romances, novas decepções e assim vai aprendendo a viver sua vida de solteira. Tudo isso com ajuda de seus dois melhores amigos, Amanda e Pedro.

não se apega não - livro - isabela freitas 3

não se apega não - livro - isabela freitas 2

O livro é bonitinho e tem algumas sacadas boas. Mas, confesso, em alguns momentos fiquei com vontade de chacoalhar a protagonista! haha Sabe adolescente que só se vê como vítima e reclama de tudo? Pois é… Tive que ter paciência em algumas páginas.

Mas apesar de ficar meio confusa em alguns momentos, foi um livro divertido de ler. Bem leve, fácil e com dicas boas de relacionamento.

Vocês já leram? O que estão lendo no momento? Conta pra mim (;

Pra ver mais livros que li: Clica neste link aqui.

Dicas de câmeras e fotografia pra viagens

por

Oi, gente! Tudo bem? Recebo sempre comentários falando da qualidade das fotos das minhas viagens, pedindo qual á a câmera que eu uso e sugerindo post sobre o assunto. Sempre respondo tudo, mas como acredito que muita gente tem essa curiosidade, decidi juntas todas as informações e contar tudo num só post.

Bom, é legal primeiramente explicar que não somos (nem eu nem, nem meu marido) profissionais de fotografia. As dicas que vou dar aqui é de uma curiosa que adora fotos legais e procura sempre melhorar. Vamos começar falando das câmeras que a gente usa nas viagens. Levamos sempre 2 câmeras ~ além do IPhone, que sempre quebra um galho (;

Usamos a Canon Rebel T2i e a GoPro 4. A Canon é uma câmera semi-profissional, que tem um corpo mais leve que as câmeras profissas, mas faz fotos muito boas. Temos a lente que veio com o kit (18-135mm) e a 50mm (lente fixa, ótima pra fotografar detalhes e desfocar o fundo). Nas viagens acabamos usando mais a 18-135mm porque quase não fotografamos detalhes e assim a gente evita aquela função de trocar de lentes a toda hora. A 18-135mm supre bem as nossas necessidades. Olha um exemplo de foto feita com essa câmera:

Canon Rebel T2i

~ Simplesmente AMEI essa foto ~

A GoPro foi um achado pra gente. Temos desde o primeiro modelo! Pra nós, que viajamos sozinhos é uma liberdade. Tiramos fotos da gente mesmo com o fundo aparecendo sem ter que pedir pra alguém fotografar. Compramos um “pau” de selfie no Canadá e usamos muito também, mas não é necessário não. Passamos bastante tempo fazendo fotos só esticando o braço mesmo, hehe! Olha só um exemplo de foto sem e com o “pau” de selfie:

gopro

DCIM102GOPROG2732909.

~ Com o bastão dá pra ser mais criativo nas poses e tem vezes que nem parece que foi a gente que “se” fotografou ~

Observo nas viagens que tem gente que tem o equipamento, mas não sabe truques bobos que fazem toda a diferença no resultado da foto. Na próxima vez que forem clicar, prestem atenção nesses detalhes:

1. Deixe o objeto principal próximo da câmera. Se for fazer uma foto de um monumento com uma pessoa por exemplo, deixe o rosto/corpo da pessoa próximo a câmera. Assim ambos (o monumento e a pessoa) aparecem na foto de uma forma legal.

dicas fotografia viagens 6

~ a Casa Branca, em Washington D.C. e eu ~ ambas aparecidas

2. Não deixe o ponto de interesse da foto no centro. Uma técnica que aprendi trabalhando na televisão. Para uma foto mais harmônica e interessante, coloque o protagonista da foto mais pra esquerda ou direita, não centralizada.

dicas fotografia viagens 1

 ~o protagonista desta foto era a charmosa “casinha” do salva-vidas em Miami Beach ~ 

3. Faça molduras “naturais”. Aproveite árvores, cercas, janelas, portas pra criar uma composição bacana nas fotos.

dicas fotografia viagens4

a árvore serviu de moldura ~ Wynwood Art District em Miami

4. Observe a luz. A luz é tudo na fotografia. Adoro a luz do fim do dia, bem difusa. Evite a luz do meio dia, mais dura, que deixa muitas sombras.

dicas fotografia viagens 8

~ ahh, a luz da tardinha… ~ Venice Beach, Fl

5. Alinhe o horizonte. Vejo muitas fotos do mar com a linha do horizonte toda torta! Dá uma agonia, gente! Se não conseguir alinhar na hora de fotografar, é bem simples endireitar na edição. Uso o editor do Iphoto mesmo. Quem vai editar pra postar no Insta pode endireitar por lá também.

dicas fotografia viagens

o pôr do sol do Golfo do México em Venice Beach, Fl

6. Tente outros ângulos. Experimente. Fuja do mais do mesmo. Olhe pra cima, pra baixo, pelos lados. Esse novo olhar pode render imagens bem interessantes, e surpreendentes.

dicas fotografia viagens 5

~ farol visto de baixo ~ Sanibel Island, Fl

Eu me considero bem perfeccionista em relação a imagens. Fico nervosa quando não consigo o resultado que eu esperava, sabe? E tiro várias fotos até que uma fique do jeito que eu goste.  Acho que isso também ajuda pra um resultado mais bacana.

É isso, gente! Se tiverem mais alguma dúvida, escrevam nos comentários, vou adorar responder!

Gostaram do post?