Dicas

Winter ideas

por

Sempre que muda a estação fico meio perdida pra me vestir. Acontece isso com vocês? A primeira coisa que fiz pra solucionar isso foi organizar o meu guarda-roupa. Colocar as roupas “de frio” pra frente, à vista. Assim, claro, fica bem mais fácil de pensar numa produção quentinha e com alguma criatividade.

Outra coisa boa que podemos fazer pra dar um ânimo aos looks, principalmente quando muda a estação, é procurar por inspirações! Adoro olhar blogs de meninas que tenham o estilo parecido com o meu. Tipo, amo a Julie do Sincerely, Jules. Gosto de jeito simples e descomplicado que ela se veste. Encontre aquela que você admira e tente pegar um truque aqui e ali! Funciona, pelo menos comigo.

E claro, sempre ajuda vir até um blog e buscar referências e ideias diferentes, pra pensar fora do quadrado. Por isso estou aqui. Pra te ajudar a fazer com que aquele momento de toda manhã, na frente do armário, seja menos sofrido e mais inspirador!

Vamos a algumas dicas:

1. Aposte em modelagens diferenciadas, como casacos amplos, capas e ponchos.

winterideas10 winterideas7 winterideas4

2. Busque mistura de cores interessantes. Tons pastel com camelo, por exemplo.

winterideas8 x4015

3. Aposte em peças verde militar, que estão super em alta.

winterideas 3

4. Não esqueça das cores.

winterideas3

5. Acessórios como chapéus, gorros e cachecóis deixam tudo mais interessante.

winterideas5 winterideas9Truques simples, mas que fazem a diferença na hora de se vestir.

E aí, gostaram das dicas?

SPFW: curiosidades sobre o maior evento de moda do Brasil

por

Não. Esse não é um post com as tendências do verão 2016 apresentadas na Semana de Moda de São Paulo. E sim, um apanhado das minhas impressões sobre o evento. Como foi a primeira vez que fui e sempre tive curiosidade pra saber como o evento funcionada, pensei em fazer esse post pra matar a curiosidade de curiosas, como eu! hehe

SPFW

Bom, primeira coisa. Sempre vejo nas redes sociais gente perguntando como ter acesso ao SPFW. Se precisa de convite, se compra ingresso… afinal como faz pra estar lá dentro? Bem, a notícia triste é que sim, você precisa de convite ou credencial pra ter acesso a estrutura montada no Parque Villa Lobos. E mesmo que você tenha credencial não significa que você terá acesso aos desfiles, viu? Só mesmo ao pavilhão. Pra ver os desfiles você necessariamente precisa ter um convite, que é distribuído pelas marcas e assessorias. Resumindo. Você precisa conhecer alguém do meio ou ser convidada mesmo pela marca, o que é muito legal. Geralmente quem é convidado é o pessoal da impressa (editoras de revistas, bloggers, televisão), compradores importantes e convidados especiais do estilista/marca.

Os desfiles do SPFW acontecem numa estrutura montada dentro do Parque Villa Lobos (em duas salas) e também em locais da cidade. Teve desfile que aconteceu em museu, em galeria de arte, na FAAP. Isso quem define é a marca. O calendário completo, com toda a programação e os locais dos desfiles, a gente encontra no site do FFW.

Dito isso, vamos falar da estrutura. Como falei antes, o SPFW funciona num pavilhão, que é montado especialmente para o evento. Esta foi a segunda edição que o SPFW acontece no Parque Villa Lobos. Antes era na Bienal, que fica dentro do Parque do Ibirapuera.

Lá dentro são montados os lounges de parceiros do evento, como a Glamour, Vogue, Marie Claire e GNT. Nestes lounges só entram convidados. Aberto ao público mesmo tinha algumas atrações, como um “stand” da Riachuelo, com ponto de carregador de celular (super concorrid0s!), da Chilli Beans, da Magnum, uma loja da FFW com produtos bem bacanas – tinha até barbearia lá dentro! – e um lounge da Visit Florida, que de tempos em tempos eles abriam ao público. Quando lotava, entrava só quem tinha pulseira (:

SPFW - mocafresca 11 SPFW - mocafresca 9 SPFW - mocafresca 8 SPFW - mocafresca 7

A praça de alimentação – fofa! – com food trucks que vendiam comidinhas, foi um xodó pra quem queria fotografar looks do dia. As luzinhas e a grama sintética dava um ar bem “Pinterest” ao lugar!

SPFW - mocafresca 3 SPFW - mocafresca 5

E por fim, a exposição de fotos “Sonhando acordado” do fotógrafo Bob Wolfenson celebrou os 20 anos do SPFW com imagens de modelos, estilistas, artistas e gente de várias áreas em diferentes estilos, mas sempre numa cama, produzida pela mmartan. Produção linda, aliás.

SPFW - mocafresca 6249560_488838_sonhando_acordado_

Antes dos desfiles acontecia tipo uma loteria pra quem não tinha convite, na frente das salas. As assessorias ficavam atrás de uma mesa com alguns convites, e o pessoal se virava nos 30 pra conseguir um. Impressionante!

No convite tem o número da sua fileira (de A a E) e se você está do lado Par ou Ímpar. Em cima do seu lugar as assessorias deixam um release com informações da coleção e alguns brindes. No do Ronaldo Fraga, por exemplo, tinha um material bem lindo com referências a Paraíba, onde ele fez todo um trabalho com artesãs de lá, e também às sereias, que pra ele representam a força do feminino.

Bom, gente, acho que é isso, “falei” demais já. Espero que eu tenha sanado as dúvidas de vocês sobre o evento!

E se tiverem mais alguma dúvida, pergunte nos comentários. Vou adorar responder! 

Palestra Cultura da Moda com João Braga

por

Lembro da primeira vez que ouvi falar de João Braga. Na verdade, li uma entrevista incrível e super esclarecedora dele na revista Cláudia, isso há mais de 5 anos atrás. Lembro de ter concordado em muitos pontos da entrevista, tipo: “é isso mesmo!” – e o nomezinho dele brilhou pra mim.

Minha empolgação não era pra menos. João Braga entende, e muito, do assunto. Admiro, porque ele estuda a moda em um contexto social. Muito mais do que meramente roupas. Mestre em História da Ciência e especialista em História da Arte e em História da Indumentária e Moda, ele é um pesquisador fera na área. E todo esse seu conhecimento estará pertinho da gente, em Passo Fundo, olha que legal (:

joãobraga

E sabe o que é mais legal? Essa palestra é só a primeira de muitas que a Escola Empório Criativo vai trazer pra Passo Fundo e região. Na verdade, a palestra do João Braga é o pontapé inicial da Escola, que tem um conceito diferente. Os cursos são pra complementar a formação e encher a nossa cabeça de ideias. Fiquem de olho na página do Facebook da Escola pra não perder nada.

A palestra do João Braga acontece dia 8 de maio às 20h, no Hotel Villa Vergueiro, em Passo Fundo. Os ingressos custam R$65 e estão a venda na sede da escola e na Martinna Rouparia.

Ah, e ao adquirir o ingresso você ainda pode escolher participar de um workshop com temas super legais. Olha só.

workshops

Eu não vou perder! E vocês?

Eu li: Garota Exemplar, de Gillian Flynn

por

Oi! Primeiro, deixa eu explicar. Resolvi mudar o nome da nossa tag de livros, de leituras do mês, para “Eu li”. Assim, logo que eu terminar de ler um livro, venho aqui com as ideias bem fresquinhas, pra contar a minha opinião pra vocês, tá legal?

E gente, acabei de terminar Garota Exemplar, o comentado suspense da jornalista Glillian Flyn, que inclusive virou filme e eu tô doida pra ver! Minha opinião sobre ele? Que livro! Sério, no início foi meio massante – confesso – mas logo que me envolvi queria ler mais e mais.

garota exemplar - livro 2

A história gira em torno do estranho desaparecimento de Amy Elliot Dune, esposa de Nick Dune. Amy desaparece de sua casa – com sinais de luta – no dia do quinto aniversário de casamento do casal. Nick logo chama a polícia, achando se tratar de um sequestro, mas logo as pistas começam a apontar pra ele.

garota exemplar - livro 3 garota exemplar - livro 1

Muito do tom de suspense da narrativa se deve pela forma que a história é contata: intercalada por Nick, em primeira pessoa, e anotações de diário de Amy – onde ela relata momentos tensos de um casal em crise. Repleta de bons diálogos, Garota Exemplar é aquele livro que te dá um nó nos neurônios, sabe? Em um momento você dá toda razão a Nick, e logo depois começa a sentir pena de Amy. O desenrolar é super ardiloso e surpreendente. Vale muito a pena ler!

Em que parte do corpo tatuar?

por

Oi, gente! Não, eu – ainda – não tenho tatuagem. Mas, vira e mexe, ando pensando em fazer uma. Comecei a considerar isso depois que voltei do meu intercâmbio, queria algo que marcasse o tempo que passei lá… Também penso em algo pra homenagear o meu vozinho, que partiu há um tempo, mas que significa muito pra mim. Enfim, desde que comecei a pinar tattoos no meu Pinterest venho me interessando mais nesse assunto, e tenho babado por várias tatuagens.

Mas uma dúvida pra mim, e acho que pra todo mundo que vai fazer uma tattoo pela primeira vez é, em que parte do corpo tatuar? Existem inúmeras possibilidades, e antes de tatuar é legal pensar em alguns fatores.

Eu quero que a minha tattoo apareça sempre? Meu trabalho permite tatuagens? Numa festa mais formal, vou poder/querer cobrir? Após refletir sobre essas possibilidades e tendo as respostas em mente, é hora de escolher o local do corpo a ser tatuado. Pra te ajudar a decidir, selecionei partes do corpo que acho incríveis serem tatuadas. Olha só!

tattoos1tattoos6tattoos4

tattoos7

tattoos5

tattoos8

Acho lindo tatuagens na parte externa do antebraço, próximo ao cotovelo (parte interna), no pulso, no interior do antebraço, nos pés… No Pinterest tenho um board com tattoos lindas, se quiser, é só me seguir por lá.

E vocês, tem tatuagens? Que partes do corpo acham mais bacanas de tatuar?