Estilo + sustentabilidade: essa equação fecha?

por

Essa semana tivemos a presença do designer belga Bruno Peters na master class do curso que estou fazendo na Perestroika, o Fashion Inc. Bruno já trabalhou em grandes grifes, como Hugo Boss e Martin Margiela, mas disse que não era feliz desempenhando esse trabalho.

Ele nos contou que sempre tivera o sonho de trabalhar exatamente onde estava, porém não se sentia realizado. Foi aí que resolver tirar dois anos sabáticos pra ver o que realmente queria. E foi na Índia que teve o click.

Quando criança sempre gostou da natureza, dos animais, e estava indo contra a sua verdadeira essência. Decidiu, então, criar uma marca sustentável e ser 100% transparente.

6706_nh

O que isso quer dizer? A Honest by. (criada em 2012) informa para os seus clientes TODOS os materiais utilizados para a confecção de suas peças. Com o referente fornecedor e valor gasto em cada item no processo de fabricação. Isso é muito incrível!

honestby1

Bruno e sua marca são o oposto do que a gente vê em termos de moda por aí. Mas ele garante que é possível sim fazer uma marca sustentável e rentável ao mesmo tempo. Basta querer, diz. E ele aposta também que cada vez mais as marcas vão entender a importância de produzir roupas e qualquer item de vestuário de maneira sustentável. E que isso reflete pra onde parte da nossa sociedade está caminhando. Em querer mais qualidade e menos consumo.

Uma marca que entendeu isso e que em pelo menos uma linha está seguindo esse caminho é a gigante sueca H&M. A sua Conscious Collection é uma coleção que traz peças em materiais sustentáveis. A novidade é a parceria com a Ever Manifesto, publicação que visa influenciar as pessoas para essa questão. O resultado é a coleção Conscious Exclusive, criada com tecidos sustentáveis e de origem ética, como algodão e seda orgânicos, couro vegetal e poliéster reciclado.

h&mconsious2

h&mconsious1 h&mconsious6 h&mconsious4

A campanha é maravilhosa. As peças, inspiradas nas danças flamencas e touradas espanholas, são super delicadas, com babados, rendas e muitos bordados. Tudo muito lindo!

É ótimo saber que marcas de moda estão se importando com essa questão. Porque como Bruno Peters disse na sua conversa com a gente: – Nós temos que entender que somos nós que precisamos da natureza, não o contrário. Ela vive muito bem sem a gente. Se temos que ser sustentáveis e consumir consciente é por nós mesmos. 

Nós concordamos, Bruno!

comentário(s) via facebook

Deixe seu comentário