fevereiro 2014

Diário de Viagem: Pucón, Chile

por

Oi! Minha querida leitora Fernanda escreveu um comentário me lembrando que faltava um post sobre a viagem ao Chile. E claro que não poderia deixar de escrever sobre Pucón, que fica ao sul do país, paraíso para quem curte paisagens maravilhosas e viagem de aventura.

Confesso que não sabia muito o que esperar em Pucón. Colocamos no roteiro porque tinha lido que era uma região de lagos, de paisagens muito bonitas. Só não tinha ideia de que seria tanto. Me surpreendeu, mesmo.

Pra falar a verdade nem sabíamos que iríamos encontrar por lá vários vulcões. Isso mesmo. Vul-cões! E é essa a principal atração de Pucón, em especial o vulcão Vilarrica.

IMG_4533

O Villarrica é um vulcão ativo. A gente enxerga a fumaça saindo da sua boca, é uma coisa incrível. Mas os moradores são bem tranquilos quanto a isso. Há muito tempo não ocorre uma erupção significativa. Nossa guia, Belém de 24 anos, nos contou que nunca viu nenhuma. Mas o vulcão já teve erupções históricas, a pior em 1971, quando cuspiu 30 milhões de metros cúbicos de lava que devastaram pontes, campos e florestas depois de abrir uma fissura de 4 quilômetros de largura. Em volta da cidade a gente encontra o que parece ser leitos de rios secos, mas na verdade são as marcas da lava!

IMG_4498

Minha companheira de viagem, mana linda!

Nós ficamos apenas 2 noites em Pucón – ficamos num b&b super charmoso, o Maison Nomade – muito pouco pra fazer tudo. Os meninos escalaram o vulcão, enquanto nós fomos descansar num spa de águas termais. Fiquei com medo de não conseguir caminhar por 5 horas em condições complicadas. Tipo, o pico do vulcão é coberto de neve o ano inteiro. Nós fomos no verão e o vulcão estava lá cobertinho de neve, uma loucura. Por isso, para a escalada era preciso ir com roupas apropriadas para neve: botas, mochila pesada com equipamentos e mantimentos, enfim, não tive coragem de me aventurar. Quem sabe numa próxima vez? hehe

IMG_4474

Quarto do nosso b&b em Pucón: Maison Nomade

Outro esporte de aventura que é muito difundido em Pucón é o rafting. São muuitos rios com corredeiras bem radicais, viu? A gente encontrou uma turma fazendo rafting que tinha que pular umas pedras para continuar o caminho do rio. É punk o negócio!

IMG_4612

Olhem o pessoal pulando as rochas pra seguir o caminho… OMG!

No inverno a cidade recebe muita gente para esquiar, já que neva nas montanhas. Nossa guia nos contou que tem vezes que neva nas montanhas e não na cidade! Uma coisa legal é contratar um guia para fazer um city tour pela região. Assim a gente conhece mais a fundo o lugar e não perde tempo.

IMG_4584 IMG_4598 IMG_4585 IMG_4522 IMG_4547 IMG_4549

Agora falando da cidade em si. Pucón é muuito simpática. Me lembrou Gramado, na serra gaúcha. A maioria das casas são feitas de madeira, tem uma avenida principal – O’Higgins – bem charmosa, com lojinhas, restaurantes e agências de turismo. É bem gostoso passear por lá. Almoçamos no Trawen, um restaurante natureba delicioso, os sucos eram divinos! Outro lugar gostoso que fomos foi o Cassis, famoso pelos seus crepes doces.

IMG_4481 IMG_4477 IMG_4483 IMG_4486 IMG_4488 IMG_4503IMG_4623 IMG_4625

Adorei conhecer Pucón, acho que foi a grande surpresa da viagem. E pra quem curte aventura é um prato cheio!

As fotos ficaram lindas, né? Não me canso de olhar… Beijinhos!

Travel Tips: Bendita Benedita

por

Sabe aquela loja que é impossível não querer entrar? Foi assim que me senti quando passei em frente da Bendita Benedita, loja de acessórios coloridérrima e cheia de referências vintage nos Jardins em São Paulo. Estávamos, meu marido e eu, indo almoçar no Épice – leram o último post? – quando olhei o chão de ladrilhos hidráulicos na calçada. Mirei pra cima e vi uma fachada pink recheada de acessórios coloridos. Falei: – na volta, preciso entrar nessa loja!

benditabenedita - mocafresca2 foto (1)

Dito e feito, o marido foi numa reunião e eu fui direto olhar de perto aquelas belezuras. Logo na entrada uma das meninas me ofereceu, muito simpática, uma cestinha para ir colocando as peças preferidas. E gente, os preços não me assustaram, viu? Achei bem ok.

Peças com referências boho, jóias turcas com rubis e esmeraldas, colares de miçangas de um trabalho lindo, pulseiras mil – a vontade era levar muuuitas! Adorei!

benditabenedita - mocafresca5 benditabenedita - mocafresca4 benditabenedita - mocafresca1 benditabenedita - mocafresca3

Acabei levando pra casa um brinco estilo art deco, um colar com pedrarias e um brinco turco, maravilhoso! Logo menos, apareço com eles aqui no blog.

Gostaram da loja? Já conheciam a Bendita Benedita?

Bendita Benedita | Rua Haddock Lobo, Jardins São Paulo

Trend: Jaquetas Bomber

por

Meninas, entre um post e outro da viagem vou escrevendo sobre outros assuntos, ok? Não gosto de ficar monotemática :)

Bem, e apesar do calor é inegável que a gente tem que começar a pensar no que vamos querer usar no nosso querido inverno. E eu vou ajudar vocês a se encontrarem, assim eu me encontro também, hehe.

Podem anotar aí. A jaqueta bomber vai te conquistar, se é que já não conquistou. Esse modelo pegou carona com a febre do estilo esportivo, que há algumas temporadas anda nos rondando. E ela tem grandes chances de ser a cobertura preferida de muitas moças na estação mais fria.

Esse modelo de jaqueta com abertura frontal, golinha careca e punhos marcados foi criado pela Força Americana no início do século XX e nos anos 80 eram usadas em uniformes escolares (os varsity jackets) , talvez daí vocês se lembrem dela. Pra tirar a cara de peça esportiva e colegial os modelos atuais trazem os mais variados tecidos, texturas e estampas.

O blog selecionou vários looks pra gente se inspirar a usar a bomber. Olha!

bomber12 bomber11 bomber2 bomber8 bomber3 bomber4 bomber10 bomber7 bomber6 bomber1 bomber5 bomber9

Anotem algumas dicas de styling: Como a jaqueta é folgadinha use com peças mais ajustadas ao corpo pra não aumentar a silhueta, se isso não é o seu desejo. Para um look mais urbano aposte em saias lápis e um bom salto alto. Agora, se você, assim como eu, se apaixonou pelos modelos mais estampados e chamativos, não tenha medo de deixar ela ser o ponto focal do look. Uma “extravaganciazinha” de vez em quando não faz mal a ninguém, certo?

Qual faz mais o seu estilo?

Travel Tips: Restaurantes em São Paulo!

por

Pois então, gente! Como contei no último post, fizemos uma conexão em São Paulo e a gente conseguiu fazer algumas coisinhas pela cidade. O que é sempre bom! E não tenho como não compartilhar com vocês 2 restaurantes que amamos em Sampa.

O primeiro é o restaurante Ici Brasserie, que fica no shopping JK Iguatemi. Ainda não conhecia o shopping (que é uma beleza, cheio de lojas incríveis!), mas fomos só pra jantar mesmo. Chegando lá não tinha como não reparar na decoração do restaurante. A fachada é inteira de barris de chopp pintados de vermelho com nomes de pratos do cardápio. Muito criativo!

sao_paulo_ici_brasserie-2

fachada com barris vermelhos do Ici Brasserie

A fila de espera já dava uma pista de como o lugar é badalado – tivemos que esperar meia hora pra conseguir uma mesa. Mas foi bem tranquilo. O Lucas pediu um chopp da Brooklyn Brewery e eu uma caipirinha de maracujá, que tava demais!

Nossos pratos estavam divinos! De entrada pedimos carolinas salgadas recheadas com queijo, uma delícia! Meu prato era o risoto de cogumelos trufado que só de lembrar me dá água na boca… O Lucas pediu o atum e disse que tava demais. Ainda fomos na sobremesa! Pedimos o mousse de chocolate – eles servem diretamente da batedeira na mesa, nunca tinha vista isso, mas achei bem simpático!

Além da comida, outro ponto alto é a decoração. O ambiente é muito aconchegante, com pratos e copos expostos, quadro negro, bem low profile sabe? Adorei.

sao_paulo_ici_brasserie-11

O outro restaurante que curtimos muito foi o Épice, que fica na Haddock Lobo, nos Jardins. Vimos a dica na revista da Azul e ficamos curiosos. Lá dizia que o chefe, o paranaense Alberto Landgarf fugia dos clichês ao utilizar ingredientes pouco comuns nos cardápios como músculo e pé de porco. Agora pesquisando sobre o restaurante vi que ele foi eleito o 41º melhor restaurante da América Latina pelo “Latin America’s The 50 Best Restaurants 2013”, da revista inglesa Restaurant. Nada mal, né?

epice-0606-1_652x408

Épice

Logo que sentamos chegou o couvert, composto por quatro tipos de pães feitos na casa, macios, quentes, acompanhados de flor de sal, azeite e manteiga. Muito, muito gostosos!

Eu não ousei muito e pedi um entrecôte com purê de batata e cenoura, maravilhoso! E de sobremesa experimentamos o sorbet de framboesa e queijo de cabra, bem diferente, mas gostei. Ahh, achei legal que eles servem água filtrada com ou sem gás como cortesia. Sem falar no excelente atendimento. Recomendo muito!

ICI Brasserie | Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 2041, 3º piso, Vila Olímpia (Shopping JK Iguatemi) | tel. 11 307813-13

Épice | Rua Haddock Lobo, 1002, Jardins | tel. 11 3062-0866

Vocês já conheciam esses restaurantes? Me contem!

Inspiração: Turbantes

por

Tenho uma amiga, a Vero, que ama turbantes e ela me inspirou a escrever esse post pra vocês! :) Uma das minhas vontades sempre foi ousar mais no quesito cabelo. Uso sempre o mesmo corte e quase nunca prendo ou faço qualquer coisa que seja. Acho lindo tranças, torcidinho, preso na lateral, mas quem diz que me arrisco? Fico sempre na minha “zona de conforto capilar”: ou liso com escova ou cacheado com o meu mais novo queridinho, o Miracurl da Babyliss – não contei pra vocês, mas meu maridinho amado me deu de presente!

Vocês também são assim ou curtem uma invençãozinha na hora de arrumar os cabelos?

Bom, mas como estava dizendo, acho que podemos sempre melhorar e uma forma l-i-n-d-a de fazer isso é apostar nos turbantes! Eles são cheios de atitude e podem ajudar e muito naqueles dias de bad hair day. Por isso resolvi pesquisar inspirações pra gente sair por aí, linda linda com um turbante na cabeça!

turbantes6 turbantes4

turbantes2 turbantes7turbantes1

turbantes12turbantes5turbantes8

É legal que eles podem ser usados tanto no inverno (com materiais quentinhos como a lã) como no verão (com lenços mais finos). Olha só essa proposta que a Thássia Naves ensinou. Achei tão lindo e é super fácil também. Sem desculpas!

turbantes10

Outra amarração linda e uma das minhas preferidas é aquela que é só fazer um nozinho no meio do lenço e amarrar as pontas atrás da cabeça. O nó dá um charme extra! Mas lembrando que a gente encontra também os turbantes prontos, pra quem não tem muita destreza ou paciência mesmo, né gente? Encontrei aqui aqui. E vamos combinar, nesses dias de calor, um cabelo preso e um turbante pra arrematar é uma ótima pedida, não?

E aí? Quem curte a ideia?