maio 2012

Como usar: Calça Flare

por
Sim, eu sei que estou meio atrasada nesta “moda”, mas o fato é que só agora ela me pegou! Comprei uma calça flare jeans na semana passada e como a modelagem é diferente da que eu estava habituada (adoro uma skinny, gente!) fui correndo pesquisar looks bacanas com ela para me inspirar! Vocês fazem isso também?

Bem, mas como tudo que descubro gosto de compartilhar com vocês, nada melhor do que um post bem completinho cheio de imagens bonitas e dicas espertas, né? Vamos lá?


As calças flare nada mais são que as antigas calças boca de sino, típicas dos anos 1970. Nesta temporada elas vem atualizadas – mais ajustadas e não tão largas na barra como as suas antecessoras – e com este nome. É comum as tendências voltarem com outros nomes na moda, lembram do nude, que antes era simplesmente bege?


Como a calça flare remete aos anos 70, com todo seu perfume hippie, acho legal fugir deste estereótipo. Mas como fazer isso? Não usando batas, rasteiras e nem nada que lembre os anos 1970! Aí o look fica mais atual.


Quando for adotar, pense no equilíbrio da produção. Como a calça é bem colada nas coxas é melhor combiná-la com tops mais soltinhos ou camisas, que estão super na moda. Colocar a blusa pra dentro da calça  também funciona e deixa o visual bem elegante. Neste caso, acho lindo adicionar um cinto fininho, fica charmoso.


Se estiver acima do peso, é melhor que a boca da calça não seja tão larga, pra não criar mais volume. E não esqueça o salto alto! Se quiser desviar a atenção do quadril uma dica é colocar um blazer ou casaquinho sequinho comprido e usar aberto. Isso cria uma linha vertical no tronco, que emagrece.



E os saltos são ótimos amigos do modelo flare, viu? Não só pra quem está acima do peso! O salto é indispensável pra dar aquela alongada na silhueta. A barra da calça deve cobrir o sapato, que nem chega a aparecer direito, sabe como? Mas não vale exagerar e deixar a calça arrastando na calçada, a medida ideal é a barra rente ao chão.


Como elas estão na moda, é fácil encontrar o modelo por aí. Na Renner tem umas bem bonitas. A minha é da Colcci, um modelo com a cintura no lugar num jeans bem escuro. Estou amando!

Gostaram as dicas? Como vocês costumam usar calças flare?

Lindos cintos na Casa Gaia

por
Lembram do post que fiz sobre cintos com fivelas diferentes? Aproveitei o tema e dei uma passadinha na Casa Gaia semana passada para conferir os cintos lindos que elas têm na loja. Fotografei os que achei mais fofos pra vocês verem.

Cinto com fivela de asa Faven. A fivela abre entre as duas partes da asa, super prática, além de linda!
Amei esta fivela com flores super diferente! O couro marrom é bem versátil, fácil de combinar com diversas cores.
Este cintinho da Carina Duek é um mimo. O lacinho dourado é de metal, o que dá um charme todo especial à peça. Na loja, tem outras opções de cores, tá?

Lindos, não? E o bom do cinto com algum diferencial é que com ele o resto do look pode ser bem básico que o charme tá garantido!

Gostou de alguma peça e quer mais informações? É só ligar lá na Casa Gaia: 54 3622-6188 ou passar na loja, que fica na Capitão Eleutério, bem em frente ao Manno Escobar.

Azul na decoração

por
O azul é uma cor fresca, tranquilizante, que se associa com a parte mais intelectual da mente, assim como o amarelo. O azul representa a noite. O azul-claro e o azul-celeste nos fazem sentir calmos e protegidos de todo o alvoroço das atividades do dia. Também é aconselhável contra a insônia. O azul ajuda a controlar a mente, a ter clareza de ideias e a ser criativo. Essa introdução é importante para ressaltar todos os benefícios que a cor azul pode trazer para a nossa casa. Gosto muito da cor, acho que ela realmente acalma, é uma cor tranquila.

Isso sem falar na beleza da cor, né? Decorar algum ambiente da casa com azul é bem válido, pois além de todas as qualidades que a cor propicia, existem diversos tons lindos. Selecionei várias imagens onde o azul é a cor estrela do ambiente para a gente ver juntas. Vamos lá?

Aqui o azul está na parede e no tapetinho listrado (com o mesmo tom). Reparem como azul fica bem com outros tons neutros, como branco e a cor da madeira clara.
Muito gracinha este ambiente. O azul está na parede (num tom mais escuro), no sofá e no pufe (num tom mais aberto). O rosa e o branco  complementam as cores da sala, super alegre.
Aqui o azul e o rosa também são as cores principais do ambiente. Mas notem que pelo tom mais pastel do azul (até puxando para um verde) a sala ficou mais aconchegante e menos chamativa.
Adoro este quarto em tons de azul e verde. Super charmoso, cheio de detalhes que fazem a diferença: o lustre de vidro azul, o quadro em tons de branco e azul, a estampa  embaixo da cama e a cadeira verde complementam o ambiente com harmonia.

Esta sala é praticamente toda em tons de azul com temática no fundo do mar, viram as conchinhas e corais? Reparem nas listras da cortina e da almofada, que dão uma quebrada no azul monocromático.

Neste ambiente o azul é o ponto de cor principal, estando presente em apenas uma almofada. O restante do ambiente é todo neutro (em tons de branco e bege).
Uma ótima ideia para adicionar cor (seja ela qual for) no ambiente é pintar uma porta – ou várias. Olha que linda que ficou a porta de entrada no mesmo tom da poltrona! Viram como o azul casa bem com madeira rústica? Acho que esse combo super combina em casas de campo. 
Aqui o azul tem uma proposta mais glamourosa, pelo tecido com brilho e os objetos de vidro do ambiente. Lindo o jogo de cama em tons de azul – uma forma fácil de adicionar a cor no quarto, sem precisar de reforma ou pintura!
Este quarto é repleto de cores, mas o azul da cortina se sobressai, não acham? Colocar uma cortina azul na quarto, por todos os benefícios que falamos, pode ser bem interessante, já que a luz que entra pela janela reflete em todo o ambiente, dando uma sensação de aconchego. 
Este é um exemplo de ambiente moderno usando o azul. Aqui o vermelho se contrapõem ao azul, quebrando um pouco a calma e tranquilidade e trazendo calor ao ambiente.

Estou com muita vontade de colocar um tecido na parede do meu quarto num tom de azul turquesa, clarinho, listrado. Já tenho o tecido em vista. Como moramos numa chácara, acho que combina com o ambiente, além de acalmar nossas mentas na hora de descansar. 

E vocês, tem algum ambiente em casa em tons de azul? Conta pra gente!

Mania: Cintos com fivelas diferenciadas

por
Não sei se vocês andam vendo por aí que os cintos ganharam fivelas diferentes! São laços, asas, caveiras, passarinhos, tudo muito lindo e cheio de charme. Porque né, vocês sabem que os cintos tem o poder de adicionar a dita “interessância” no look, aquele algo a mais. E se o cinto ainda tiver um detalhe diferenciado, este efeito só aumenta.


Para escolher o cinto certo pro seu tipo de corpo é importante levar em conta alguns aspectos, pois eles podem ser usados para alongar ou diminuir a silhueta, sabia? A professora de moda Julia Maria Haranin, da Sigbol Fashion para o site Papo Feminino, explica que “o cinto grosso cria outro espaço no corpo, cortando a silhueta, bom para meninas altas; já o cinto fino é ótimo para criar a ilusão de cintura marcada. Os dois tipos podem ser usados na cintura e também nos quadris.” Anotaram?

O cinto aqui é usado com um laço bem grande

Cintos com fivelas diferentes da loja Neo

Paula Martins do Look do Dia apostou num cinto com fivela esmaltada

Se forem apostar nesta tendência é legal não abusar dos acessórios. Como o cinto já tem bastante informação, não é aconselhável adicionar mais, tá?

Quero saber, vocês costumam usar cinto nas suas produções? Tenho a impressão que eles acabam sendo esquecidos, não?


Na decoração: Pratinhos

por
Adoro pendurar objetos na parede. Acho que acrescentam um charme extra à casa. E quadros não são os únicos objetos destinados a enfeitar as nossas queridas paredes, pratinhos de variados tipos também são uma graça. Eles remetem ao passado – quem não lembra dos pratinhos pendurados nas paredes da casa da vovó? – mas dependendo da composição do ambiente, podem ficar bem modernos.


O Lucas, meu marido, costumava trazer pratinhos como souvenirs nas viagens, além disso, começamos a colecionar os pratos da Boa lembrança, sabe? Aqui tem informações sobre esta associação, que é bem bacana pra quem gosta de boa gastronomia. Aí já viu, estamos com vários pratos para colocar nas paredes. Mas aí sempre surge aquela dúvida, aonde colocar, como agrupar, se por cores, por estilo…

Pratinhos dispostos no pilar super colorido

Olha, eu acho que tudo vai do gosto e bom senso de cada um. Gosto de pratinhos em paredes da cozinha ou em um pilar do ambiente (pelo simples fato de que pratinhos e cozinha tem uma relação forte, né?). Mas isso não impede que, dependendo do estilo da casa, fique bem numa parede da sala ou do quarto. Varia muito e não adianta, tem que olhar, olhar de novo, pedir opinião e por fim confiar no nosso gosto, afinal é a nossa casa!

Pratinhos emoldurados e pendurados como quadros

Acho lindo pratinhos agrupados de forma não linear, nada muito certinho. Aquela coisa que, na verdade, você ficou horas medindo mas parece que você simplesmente foi lá, colocou o prego na parede e virou as costas.

Pratinhos dispostos de forma não linear. Super moderno!

Outra forma de usar pratos na decoração é colocar num suporte e apoiar numa estante. Estes suportes podem ser de plástico ou de madeira (mais bonitinhos). Encontrei pra comprar os de madeira na Elo7

Reparem nos pratinhos apoiados nos suportes

Forma linda de dispor os pratinhos, utilizando adesivo em forma de árvore, super poético

Quem gosta de pratinhos na decoração? Não são super charmosos?